A corrida eleitoral dos SUVs compactos

14/09/2018


Caça à liderança do Honda HR-V se intensifica na reta final do ano

 

Divulgação

Honda HR-V europeu tem alguns detalhes diferentes em relação ao americano, que será idêntico ao brasileiro

Neste momento do ano, é difícil arriscar qual candidato vencerá a corrida presidencial, com pelo menos cinco nomes com chances reais de chegar ao Alvorada. Da mesma forma, ninguém se arrisca a dizer quem será o Campeão Brasileiro, com Internacional, São Paulo, meu Palmeiras, Flamengo, Atlético e Grêmio embolados nas primeiras posições. No setor automotivo, só um segmento apresenta uma disputa tão emocionante quanto essas das urnas e dos gramados: quatro SUVs compactos competem cabeça a cabeça pela liderança do segmento, ocupada atualmente pelo Honda HR-V, considerando as vendas acumuladas do ano.

 

Concorrente do Honda HR-V, Hyundai Creta vem ganhando espaço no mercado enquanto o rival não recebe mudançasDivulgação

Concorrente do Honda HR-V, Hyundai Creta vem ganhando espaço no mercado enquanto o rival não recebe mudanças

 O Honda HR-V ainda desponta como favorito. Desde que foi lançado, em 2015, ele domina essa categoria. Nos dois primeiros anos ele foi seguido de perto pelo Jeep Renegade. No ano passado, a medalha de prata ficou com o Hyundai Creta. Neste ano, Renegade, Creta e Nissan Kicks estão embolados na segunda posição, todos com chance de disparar no último quadrimestre e tirar o trono do Honda.

 No balanço de emplacamentos de janeiro a agosto, o líder HR-V acumula 31.614 unidades, vantagem inferior a 2.000 unidades em relação ao Creta, o quarto colocado (29.666). Entre eles estão o Renegade (29.925) e o Kicks (29.785). Embolado, não? Pois saiba que nos 10 primeiros dias de setembro, o líder está na rabeira do quarteto. O Creta já teve neste mês 1.472 unidades vendidas, seguido por Kicks (1.253), Renegade (1.093) e HR-V (1.073).

Rival do Honda HR-V

Divulgação

Jeep Renegade é outro forte concorrente do Honda HR-V,. Já vai receber atualizações no mês que vem

 

 Para tirar a vantagem do Honda, o trio de perseguidores precisa tirar uma diferença de 500 unidades por mês, em média, até o fim do ano. Não é fácil, mas vale lembrar que o HR-V vai ter uma reestilização na virada do ano, o que pode afetar suas vendas nessa reta final. O mesmo ocorrerá com o Renegade, mas ele já muda em outubro, o que pode impulsionar seus resultados no último bimestre, sempre muita aquecido pelo 13º salário e pelas promoções de fim de ano.

 

 A pulverização de vendas entre os quatro é tanta, que a projeção indica que eles fecharão o ano com pouco mais de 50 mil unidades vendidas cada. Assim, nenhum chegará ao recorde do Honda HR-V, que em 2016 atingiu a marca de 55.758 unidades emplacadas. Mas o recorde absoluto ainda é o do Ford EcoSport, que em 2013 vendeu incríveis 66.095 carros. Era outro momento do país, pré-crise, e com apenas dois SUVs compactos à venda (só o Renault Duster rivalizava com o pioneiro Eco). Hoje o Ford vende na faixa de 30 mil/ ano.

 

 Rival do Honda HR-V Jeep Renegade teve seu pico de vendas em 2016 (51.563), até ter a parte alta de sua gama canibalizada pelo irmão maior Compass – há dois anos o SUV mais vendido do país. O Creta e o Kicks certamente atingirão neste ano sua curva máxima no mercado. No ano que vem, todos sofrerão a forte concorrência do VW T-Cross, e a tendência será de mais um ano de forte disputa entre cinco modelos. E você, leitor, em quem aposta: no voto, na bola e nos emplacamentos?

Fonte: Carros - iG


Canais de Contato do Site

49.3198.0333 / 9.9998.5833

(WhatsApp)

A loja que anuncia nesta página é o único responsável pelas transações comerciais que realizar com os usuários do web site Carros e Carros. A comercialização do produto anunciado, bem como a garantia de sua legítima procedência, é de inteira responsábilidade do anunciante, não sendo o Carros e Carros responsável por quaisquer danos diretos e/ou indiretos causados a terceiros, advindo da exibição dos anúncios.