Veja 5 picapes intermediárias que serão lançadas no Brasil até 2025

18/10/2019


Todas as fabricantes estão de olho no sucesso da Fiat Toro. Conheça as novas picapes intermediárias do mercado brasileiro para a próxima década

Bem vindo ao Player Audima. Clique TAB para navegar entre os botões, ou aperte CONTROL PONTO para dar PLAY. CONTROL PONTO E VÍRGULA ou BARRA para avançar. CONTROL VÍRGULA para retroceder. ALT PONTO E VÍRGULA ou BARRA para acelerar a velocidade de leitura. ALT VÍRGULA para desacelerar a velocidade de leitura.Play!Ouça: Picapes intermediárias: veja 5 modelos que chegarão até 2025 - Carros0:00100%AudimaAbrir menu de opções do player Audima.

Em meados de julho, o nosso colunista Sergio Quintanilha publicou um texto onde explicava os pormenores do sucesso da Fiat Toro. O modelo surgiu em uma categoria quase inexistente (a Oroch veio antes, mas vende bem menos) e colocou as picapes intermediárias no radar dos consumidores de SUVs e sedãs médios. Desde seu lançamento, não era mais necessário desembolsar uma fortuna para ter uma caminhonete cabine dupla.

 

As concorrentes que há pouco dormiam no ponto já estão se movendo, preparando investidas contra a líder absoluta de seu mercado. E com tantos lançamentos a caminho, dá para ficar perdido no alvoroço. Partindo disso, a reportagem do iG Carros enumera 5 picapes intermediárias novas que você verá no mercado até meados de 2023. Acompanhe a lista.

1 - Hyundai Creta STC

Nicolas Tavares/iG Carros

Hyundai Creta STC foi a resposta imediata ao modelo da Fiat em 2016. Virá após o lançamento da próxima geração do SUV

A Toro chegou ao mercado no início de 2016 e a Hyundai não demorou para dar uma resposta. Durante o Salão do Automóvel daquele ano, o Creta STC foi uma das principais atrações da marca coreana - imaginando uma versão com caçamba do SUV compacto.

Quando questionado sobre uma possível investida na categoria, o presidente da Hyundai na Argentina, Guillermo Artagaveytia, confirmou que a marca tem planos de lançar uma nova picape na América Latina. Pelo cronograma da Hyundai, o novo modelo deverá compartilhar sua base com a próxima geração do Creta.

2 - VW Tarok

Projeção/Kleber Silva

Projeção reproduz a VW Tarok com a dianteira do futuro SUV Tarek, que chega ao Brasil em 2021

O Salão do Automóvel de 2018 foi movimentado para a Volkswagen. Além de ter sido a primeira ocasião em que o público teve contato direto com o SUV T-Cross, a marca apresentou o conceito Tarok , retratando uma picape intermediária entre Saveiro e Amarok que deverá chegar em meados de 2021.

De acordo com o chefe de design da Volkswagen, José Carlos Pavone, o modelo de produção será bem próximo do conceito apresentado no São Paulo Expo. Apesar de ser um projeto brasileiro, a marca levou a Tarok ao Salão de Frankfurt 2019 para medir a aceitação. Se o modelo for aprovado na Europa, poderá ser fabricado na Alemanha.

 

A expectativa é que a Tarok seja lançada com motor 1.4 turbo de 150 cv de potência - o mesmo de T-Cross e Jetta. Além disso, a VW também terá três novos SUVs no Brasil: Urban Coupé, Tarok e Atlas Cross Sport.

3 - Ford Ranchero/Courier

Kleber Pinho da Silva

A Ford também terá um novo modelo abaixo da Ranger. Informação foi confirmada por executivos

Desde que a Courier saiu de linha, a Ranger se tornou a única picape da Ford no Brasil. Isso está prestes a mudar, uma vez que o presidente da marca, Jim Farley, declarou ao site Automotive News que a Ford terá um novo produto abaixo da categoria da picape média.

A base da picape está praticamente pronta, pois será feita sob a nova plataforma do Focus europeu - vale dizer, compartilhando características com a próxima geração do EcoSport. Ainda é difícil apontar o nome, mas existem chances da Ford resgatar o nome Courier, que foi registrado no escritório de patentes nos EUA em meados de 2016. Outros rumores apontam para Ranchero, tributo à picape que fez sucesso na América do Norte em meados dos anos 60.

4 - Fiat Toro 1.3 Turbo

Divulgação

A Fiat Toro deverá ganhar uma nova versão com motor 1.3 turbo, substituindo o antiquado 1.8 e.TorQ

Em 2008, encerrou-se o acordo que a Fiat mantinha com a General Motors para a utilização de seus propulsores. A escapatória foi comprar a Tritec, fabricante de componentes automotivos sediada no Paraná - antes pertencente à Chrysler e BMW. A marca italiana aproveitou a tecnologia da nova aliada para fabricar o motor 1.8 e.TorQ, que durante seus longos anos de mercado já equipou Bravo, Punto e Renegade.

Por sua simplicidade, o motor já chegou defasado à Toro em 2016. Mas a Fiat iniciou o processo de modernização de sua linha de propulsores, e prometeu interromper a fabricação do antiquado 1.8 e.TorQ até 2020. Em seu lugar, teremos uma nova unidade 1.3 turbo com sistema MultiAir de abertura de válvulas, comando acionado por corrente e injeção direta. Uma mudança que se faz necessária.

5 - Nova picape da GM

Kleber Pinho da Silva

Também podemos esperar por uma nova picape da Chevrolet, ocupando a lacuna entre Montana e S10

O presidente da General Motors na América Latina, Carlos Zarlenga, declarou que a marca está de olho na categoria das picapes intermediárias , e a nova plataforma GEM que foi lançada no Onix Plus poderia viabilizar o projeto.

 

A nova família de motores turbo também seria coerente para o novo modelo da Chevrolet. De acordo com o site GM Authority, o projeto também estaria sendo conduzido exclusivamente pela Chevrolet do Brasil, aos moldes do consumidor local. Há grandes chances do novo modelo compartilhar características com a próxima geração do SUV Tracker.

Fonte: Carros - iG


Canais de Contato do Site

49.3198.0333 / 9.9998.5833

(WhatsApp)

A loja que anuncia nesta página é o único responsável pelas transações comerciais que realizar com os usuários do web site Carros e Carros. A comercialização do produto anunciado, bem como a garantia de sua legítima procedência, é de inteira responsábilidade do anunciante, não sendo o Carros e Carros responsável por quaisquer danos diretos e/ou indiretos causados a terceiros, advindo da exibição dos anúncios.